Europa Leste Central ou Europa Oriental

Cidades mágicas Imperias, históricas e culturais.

Nós atendemos também os países vizinhos da Alemanha na Europa Leste Central "Oriental" e entre eles fazem parte do nosso roteiro: A Áustria que sempre foi um país pertencente a Europa ocidental, com uma forte e marcante história do Império Austro-Húngaro, lado a lado com a Hungria. A Polônia, a Repúplica Tcheca e a Hungria foram 3 dos principais países orientais que tornaram-se acessíveis após a guerra fria e a queda do muro de Berlin na Alemanha. Passando por diversas reformas políticas, esses países se tornaram membros da União Européia desde 2004, facilitando dessa forma o acesso aos países e as visitas turísticas, mesmo que ainda não tenham o Euro como moeda oficial.

Polônia

O país possui um baixíssimo índice de criminalidade, a grande maioria dos poloneses é cristã e a religião predominante é a católica romana. A Polônia é um dos países com maior número de lagos de todo o continente europeu, totalizando 9.300 lagos. A culinária polonesa é extremamente diversificada, com uma deliciosa influência da cozinha de diferentes países europeus e nórdicos, além de serem grandes consumidores de cerveja pura e também misturadas com diferentes bebidas, inclusive a vodka. As cidades mais famosas e visitadas são: Varsóvia, Danzig, Cracóvia, Breslávia e Posen.

Varsóvia: A Polônia foi um dos países que mais sofreu os ataques da segunda guerra mundial, e a cidade de Varsóvia, a capital do país, foi destruida pelos ataques nazistas quase que por completo. Renascida das cinzas, a cidade foi reconstruida nos mínimos detalhes e por tamanha beleza e originalidade, o centro histórico de Varsóvia foi tombado em 1980 pela Unesco como Patrimônio histórico da humanidade.

Cracóvia: A cidade de Cracóvia é uma das mais visitadas em toda Polônia devido a sua história e os seus belos e históricos monumentos, os quais quase não foram afetados durante a segunda guerra mundial, devido a sua rápida capitulação. Além das belezas do centro antigo de Cracóvia, as principais combinações turísticas é a visita a minha de sal de Wieliczka, com sua catedral subterrânea feita de sal e "Auschwitz-Birkenau", o maior Campo de concentração de exterminação dos Judeus e diversas outras nacionalidades, um triste marco na história durante a segunda guerra mundial.

Hungria

O país já passou pelas mãos de vários dominios como romanos, celtas, turcos, nazistas e comunistas. O país hoje é uma mistura de diferentes culturas e costumes e devido essas influências a Hungria tornou-se um dos destinos mais interessantes e bonitos da Europa. Situada no coração da Europa Central, a Hungria faz fronteiras com 7 países sendo eles: A Eslováquia, Ucrânia, Roménia, Sérvia, Croácia, Eslovénia e Áustria.

Budapest: A maravilhosa capital do país é uma mistura de muitas influências mundiais e cortado pelo rio Danúbio, se divide em dois lados, Buda no oeste e Peste no leste. Chamada também de "Paris do leste", Budapeste é uma cidade cheia de vida, histórica e moderna, destacando-se das outras capitais européias principalmente por sua paisagem urbana, a qual foi nomeada como a mais impressionante do mundo, além dos seus grandes monumentos ricamente ornamentados e que marcam o período do Império Austro-Húngaro, quando a capital dividia com Viena a sede do reino. Famosa também por sua deliciosa gastronomia rica em aromas e sabores picantes como o tradicional Goulash húngaro, um ensopado de carne e legumes, o popular salame com pimentão "páprikás szalámi", além das irresistíveis guloseimas como bolos e doces. Budapeste é também pioneira e aqui foi construido o primeiro metrô subterrâneo do velho continente. A cidade também é mundialmente famosa pelos seus inúmeros balneários de água mineral quente "SPAs", os quais tem sido utilizados desde a era do Império Romano, entre o mais famoso destaca-se o histórico Gellért de 1918, decorado com mosaicos, colunas, estátuas, mámores, janelas e vidraças em estilo Art nouveau.

República Tcheca

Este pequeno novo país surgiu quando a antiga Checoslováquia em 1993 dividiu-se em dois países, originando 2 repúblicas independentes: a Checa e a Eslováquia. Localizada no centro da Europa, a Tcheca não possui mar mas está nas proximidades do Mar Báltico (326 km) e do Mar Adriático (322 km) e faz fronteira com 4 países: A Alemanha, a Polônia, Áustria e Eslováquia. A República Tcheca é mundialmente conhecida por suas cidades encantadoras e por suas deliciosas cervejas, entre as maiores e mais conhecidas destacam-se a Pilsener Urquell, Budvar e Staropramen.

Praga: Situada na Boêmia central, na margem do rio Vltava, a encantadora capital e também a maior cidade do país tem um charme especial que a faz famosa mundialmente como a "cidade das cem cúpulas" e a verdadeira Pérola do Oriente, com um dos mais belos e históricos centros culturais e urbanos da Europa. As curvas sinuosas do rio, as belas e antigas pontes como a Ponte Carlos, o Castelo de Praga, um dos maiores do mundo, a Ruela de Ouro, o Relógio astronômico Orloj e muitas outras atrações fazem de Praga um destino que a cada ano atraem milhares e milhares de turístas.

Austria

É um país pequeno em sua geografia porém imenso em sua beleza com paisagens mágicas de tirar o folêgo entre montanhas, lagos e alpes. Um país de pura realeza do império Austro-Húngaro, coberto de muito charme e que não se intimida em ser feliz e mostrar todo o seu romantismo em harmonia com a natureza seja representado pelas músicas e seus grandes nomes, nas óperas ou nos impressionantes edifícios construídos na época da Monarquia entre 1867-1918. O rio Danúbio corta o país e substitiu dessa forma a falta do mar, e a bela Áustria coberta por formações montanhosas faz fronteira com 7 países sendo eles: a Suíça, Alemanha, República Tcheca, Eslováquia, Hungria, Itália e Eslovênia.

Viena: A capital do país dispensa comentários perante a sua beleza impecável, a qual se faz lembrar por todos os lados dos seus grandes tempos, os tempos da capital de um império que unia várias nações e culturas. É uma cidade cosmopolita, moderna e interativa e entre muitas de suas atrações destacam-se a Catedral de Santo Estévão, o Palácio Imperial de Hofburg, os jardins do Belvedere com o Palácio de Verão do Príncipe Eugenio de Saboya e a"Ringstrasse" com os seus monumentos suntuosos como a grandiosa e inigualável Ópera de Viena.